• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Manhã de muitas brincadeiras encerra mês da Criança na Vila Princesa, sob a temática #chegadetrabalhoinfantil
  • ATENDIMENTO






  • 17-MINISTÉRIO-1936A-TRABALHO INFANTIL-OUTDOOR APOIADORES 9X3M - FINAL
  • BUSDOOR-FACE
  • Assédio-Moral slide
  • artigoleomar

Manhã de muitas brincadeiras encerra mês da Criança na Vila Princesa, sob a temática #chegadetrabalhoinfantil

MPT, FEPETI e várias instituições e órgãos parceiros realizam atividades lúdicas e recreativas para crianças da Escola João Afro Vieira

Criançada da Escola João Afro e da comunidade se divertiu com brincadeiras na manhã de encerramento do mês das Crianças
Criançada da Escola João Afro e da comunidade se divertiu com brincadeiras na manhã de encerramento do mês das Crianças

 PORTO VELHO, RO, 30/10/2018 -

Com a distribuição de cadernos escolares, de cartilhas do projeto MPT na Escola e outros materiais informativos, o Ministério Público do Trabalho (MPT) em Rondônia, por meio da coordenação regional da Coordinfância – Coordenadoria Nacional de combate à exploração do trabalho de crianças e de adolescentes – participou da ação # Chega de Trabalho Infantil, promovida pelo FEPETI – Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil –, pela SEMASF e por diversos outros órgãos e instituições, realizada na Escola Municipal João Afro Vieira, localizada na Rua Francisco Fontenele, 200, na Vila Princesa (comunidade constituída por catadores do “Lixão”, assim conhecido o local onde ocorre o descarte dos resíduos produzidos pela cidade de Porto Velho).

As atividades na Vila Princesa foram realizadas das 8h30 às 13h30, como parte da programação alusiva ao mês das Crianças, cujo dia festivo é celebrado na data de 12 de outubro. Conforme programação elaborada pelo Fórum (FEPETI) e os órgãos parceiros, houve distribuição de brinquedos, realização de brincadeiras infantis, pinturas de rosto e recreação para as crianças, bem como resgate de brincadeiras infantis de épocas mais remotas, as quais, nos dias atuais, são desconhecidas das crianças, mas que representam elementos importantes na aprendizagem, na cultura e no desenvolvimento infantojuvenil.

Além do MPT, participaram das atividades na Vila Princesa: equipes da Secretaria Municipal de Ação Social e Família (SEMASF), da Universidade Federal de Rondônia (UNIR), da Justiça do Trabalho, do Ministério do Trabalho, da Secretaria de Estado de Ação Social (SEAS), da Secretaria de Estado da Educação (SEDUC), do Instituto Chance, do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), do II e IV Conselhos Tutelares de Porto Velho, do DETRAN e do Comitê de Adolescentes pela Erradicação do Trabalho Infantil (CEAPETI/RO).

À equipe da UNIR coube realizar Roda de leitura infantil, oficina de desenhos, oficinas “memórias da Vila Princesa”, atividades recreativas e roda de conversa sobre importância da escola. O time da SEAS contribui com material para as brincadeiras do cabo de guerra e de “queimadas”. O Instituto Chance, com brinquedos. Os Conselhos Tutelares se encarregaram de organizar e ajudar na distribuição dos lanches e participar das atividades.

O lanche, 400, distribuído às crianças e comunidade participante foi fornecido pela SEMAS, como também a sonorização no local e veículos para apoio e transporte. A SEDUC se encarregou de providenciar giz de cera e impressão de desenhos. O CIEE ficou responsável pelos materiais para elaboração de pipas, como parte da brincadeira, assim como conscientizar sobre a proibição do uso de cerol, e pelo ensinamento de princípios do judô às crianças.

Na tenda montada pelo MPT, crianças receberam toda atenção da equipe de servidores mobilizada pela Coordinfância regional, coordenada pela Procuradora do Trbalho Dalliana Vilar Lopes
Na tenda montada pelo MPT, crianças receberam toda atenção da equipe de servidores mobilizada pela Coordinfância regional, coordenada pela Procuradora do Trbalho Dalliana Vilar Lopes

Ao Ministério do Trabalho coube distribuir camisas para as crianças com a temática do combate ao trabalho infantil. A Justiça do Trabalho (TRT) levou quites educativos contendo jogos da memória e quebra-cabeça, bem como revistas de incentivo à aprendizagem. O MPT montou um stand no local, para receber denúncias e distribuir quites contendo cadernos com a campanha #chegadetrabalhoinfantil, e camisetas e bonés de conscientização contra o trabalho infantil.

Um grupo com cerca de quarenta voluntários das instituições e órgãos parceiros do evento, mais professores e colaboradores da Escola João Afro, onde se realizou a manhã recreativa, estiveram envolvidos nas atividades e proporcionaram um momento especial e com muitas brincadeiras às crianças que residem na comunidade da Vila Princesa.

Diretora da Escola, Jaquelene de Souza, recebeu 120 kits contendo cadernos, lápis, borracha e revista em quadrinhos do MPT na Escola para entregar aos alunos das turmas infantil e do ensino fundamental que não participaram das atividades
Diretora da Escola, Jaquelene de Souza, recebeu 120 kits contendo cadernos, lápis, borracha e revista em quadrinhos do MPT na Escola para entregar aos alunos das turmas infantil e do ensino fundamental que não participaram das atividades

Equipes de vários órgãos parceiros se ocuparam em entreter as crianças na manhã lúdica na Escola João Afro
Equipes de vários órgãos parceiros se ocuparam em entreter as crianças na manhã lúdica na Escola João Afro

 

Fonte: MPT | RO-AC

Assessoria de Comunicação Social – ASCOM

Imprimir

  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • meio ambiente
  • trabalho escravo
  • trabalho portuario
  • liberdade sindical
  • promocao igualdade
  • trabalho infantil