• Miniatura
  • denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • MPT, OIT e SENAC formam as duas primeiras turmas de assistente de cozinha no Projeto Cozinha & Voz em Porto Velho/RO
  • banner grande uirapuru
  • BUSDOOR-FACE

MPT, OIT e SENAC formam as duas primeiras turmas de assistente de cozinha no Projeto Cozinha & Voz em Porto Velho/RO

Capacitação, em Rondônia, ocorreu no SENAC e contou com apoio das ONGS COMCIL e Filhas do Boto Nunca Mais

Proposta do Projeto é encaminhar participantes dos cursos e oficinas ao mercado formal de trabalho
Proposta do Projeto é encaminhar participantes dos cursos e oficinas ao mercado formal de trabalho

PORTO VELHO /RO - O projeto Cozinha & Voz formou na terça-feira (20/08) cerca de 40 alunos de suas primeiras turmas no curso de assistente de cozinha em Rondônia. O evento aconteceu no auditório do Ministério Público do Trabalho (MPT) em Porto Velho/RO e contou com a presença da empresária e chef Paola Carosella e da poetisa e atriz Geovana Pires, parceiras na iniciativa. 

Projeto Cozinha & Voz decorre de uma parceria entre o MPT e a Organização Internacional do Trabalho (OIT). As aulas do curso de assistente de cozinha são coordenadas por Paola e as oficinas de poesia foram ministradas por Geovana Pires e a Casa Poema. No caso de Rondônia, a capacitação ocorreu no SENAC/RO e contou também com apoio das ONGs Comunidade Cidadã Livre (COMCIL) e Filhas do Boto Nunca Mais. 

Além da oficina de poesia e da capacitação em assistente de cozinha o projeto contou com outras ações, fruto de parceria com diversos órgãos, desde a realização de mutirão de retificação de documentos (Defensoria Pública do Estado de Rondônia), passando pela emissão de Carteiras de Trabalho (SINE), inserção nos serviços da assistência social (SEMASF) e campanha de imunização (SESAU).

O projeto contou também com o viés de encaminhamento ao mercado de trabalho, tendo sido realizada reunião com empresários locais, viabilizada por meio da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Rondônia (ABRASEL/RO), para formar uma rede de empresas que possam acolher esses alunos e essas alunas, enfrentando assim a discriminação e o preconceito.

A chef Paola Carosella, dirigindo-se às formandas, ressaltou a importância do curso para a conquista de espaço no mercado de trabalho. Segundo ela, nos grandes mercados de trabalho, como São Paulo, por exemplo, ou fora do país, na Europa, há carência de pessoas para trabalhar como auxiliar e que tenham vontade de aprender. Para a chefe, o projeto Cozinha & Voz “é uma porta de entrada para quem quer ser reconhecido profissionalmente”. 

A empregabilidade da população trans e outros grupos vulneráveis é uma das prioridades do MPT, que promove esforços por meio da Coordenadoria de Promoção da Igualdade de Oportunidades e Combate à Discriminação no Trabalho (COORDIGUALDADE), lembrou o Procurador do Trabalho e Coordenador Regional da COORDIGUALDADE em Rondônia e Acre, Carlos Alberto Lopes de Oliveira, ao participar da cerimônia. Ressaltou o procurador, na ocasião, a importância do projeto, tanto para a promoção da transformação pessoal por meio da poesia, como para possibilitar o acesso ao mercado de trabalho em condições justas.

Entrega dos certificados aos formandos foi feita pela Chef Paola Carosella
Entrega dos certificados aos formandos foi feita pela Chef Paola Carosella

 

 

 

 

 

Procuradores do Trabalho em Rondônia e Coordenador Nacional da Coordigualdade prestigiaram o evento com suas presenças
Procuradores do Trabalho em Rondônia e Coordenador Nacional da Coordigualdade prestigiaram o evento com suas presenças

ASCOM-MPT-RO/AC

Siga-nos nas mídias sociais:  

https://www.facebook.com/mptroac/ twitter.com/MPTROAC

 

Imprimir

  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • meio ambiente
  • trabalho escravo
  • trabalho portuario
  • liberdade sindical
  • promocao igualdade
  • trabalho infantil