• Miniatura
  • denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Inclusão para o trabalho: MPT promove cadastramento de pessoas com deficiência e reabilitadas pelo INSS em Candeias do Jamari e Porto Velho
  • banner grande uirapuru
  • BUSDOOR-FACE

Inclusão para o trabalho: MPT promove cadastramento de pessoas com deficiência e reabilitadas pelo INSS em Candeias do Jamari e Porto Velho

 Pessoas com deficiência e reabilitadas pelo INSS podem se cadastrar em Candeias do Jamari no dia 3 de dezembro e em Porto Velho nos dias 4, 5  e 6 de dezembro. A iniciativa é do Ministério Público do Trabalho (MPT) da 14ª Região.

Muitas empresas não encontram pessoas com deficiência para trabalhar e, assim, não cumprem a Lei de Cotas. O MPT deseja promover a inclusão, estimulando a empregabilidade de pessoas com deficiência e reabilitadas que estejam em idade produtiva para o trabalho por meio do cadastramento delas. Jovens com deficiência, a partir de 14 anos, também podem se cadastrar para serem Aprendizes.   

Para colaborar com as empresas, o MPT, com apoio do Instituto Amankay, criou o projeto “Acessa, Rondônia! - Acessibilidade e inclusão para o trabalho”. A ação visa conhecer o perfil de pessoas com deficiência e de pessoas reabilitadas e depois encaminhar seus dados para que as empresas façam a contratação de acordo com os perfis e as vagas existentes.

 O primeiro dia de cadastramento vai acontecer no Dia Internacional da Pessoa com Deficiência (3/12), em Candeias do Jamari (RO). Em seguida, haverá três dias de cadastramento em Porto Velho, nos dias 4,5 e 6 de dezembro.

 Moradores de Candeias do Jamari também podem se cadastrar em Porto Velho, caso não possam comparecer no dia 3 de dezembro. Isso também vale para moradores de Porto Velho, que podem se deslocar para Candeias do Jamari. O cadastramento vai acontecer APENAS nos dias, horários e locais abaixo:

 Dia 3 de dezembro - Candeias do Jamari

Local de cadastramento:

-       Câmara Municipal de Candeias do Jamari: das 8h às 17h.

 

Dias 4,5 e 6 de dezembro - Porto Velho

Locais de cadastramento:

-       Dia 4 – Escola Pingo de Gente (na rua principal do bairro Ulisses Guimarães, próxima ao ponto final de ônibus): das 8h às 17h.

-       Dia 5 - Porto Cai N’Água: das 8h às 17.

-       Dia 5 - Ministério Público do Trabalho: das 8h às 17h.

-       Dia 6 - Porto Velho Shopping: das 10h às 22h.

 

Como funciona o cadastramento  

  1. O interessado preenche a Ficha de Cadastro;
  2. Depois, passa por uma breve entrevista para checagem dos documentos e detalhamento do perfil.

 

Os documentos obrigatórios são: documentos pessoais (RG/CPF), laudo médico (não precisa ser atualizado), certificado de reabilitação do INSS e exames que comprovem a deficiência. Importante: pedimos que o interessado (a) leve cópias desses documentos. Se a pessoa tiver currículo e carteira de trabalho, pode levá-los. Se não tiver, ela preenche a Ficha de Cadastro na hora com todas as informações necessárias. O cadastramento leva de 30 minutos a 1 hora, em média.  

Esse tempo pode ser reduzido se o interessado fizer o pré-cadastro online durante o mês de novembro e nos primeiros dias de dezembro. A entrevista é sempre obrigatória para todos – inclusive para quem preencheu o pré-cadastro.  

A entrevista com as consultoras especializadas é fundamental para checar os documentos, conhecer o interessado e verificar a deficiência informada. Para se cadastrar, é importante comparecer no local e horários estabelecidos, com os documentos solicitados.   

As fichas de cadastro e os currículos serão enviados pelo Ministério Público do Trabalho para empresas da região, possibilitando oportunidades de trabalho. Importante dizer que participar do cadastramento não garante que as pessoas sejam chamadas. Essa é uma decisão das empresas.

O local do cadastramento é acessível; haverá intérpretes de Libras e profissionais que darão apoio, quando necessário.

 

Benefícios do cadastro  

O direito ao trabalho é lei e é para todos. O cadastro é uma oportunidade para que pessoas com deficiência e as reabilitadas exerçam sua cidadania. “Além disso, o dia de cadastro é uma espécie de ‘treinamento’ para participação em processos seletivos. O participante também terá seu currículo encaminhado para diversas empresas, aumentando suas chances de ter um trabalho”, afirma Luiza De Paula, Consultora Associada do Amankay.  

O MPT afirma que toda a sociedade se beneficiará dessas ações de cadastramento. “Para as empresas, o cadastro é um ponto de partida que auxilia a enfrentar o desafio que costumam ter para encontrar pessoas com deficiência e também cumprir a Lei de Cotas. Já as pessoas com deficiência e as pessoas reabilitadas, por sua vez, estarão mais conscientes dos seus direitos em relação ao trabalho. E, com a mobilização, todos os moradores serão sensibilizados, aumentando as chances de inclusão. Porto Velho e Candeias do Jamari merecem promover ainda mais esse olhar em relação à inclusão e à acessibilidade”, afirma Carlos Alberto Lopes de Oliveira, vice Procurador-Chefe do MPT na região . 

 

Divulgação 

A participação da sociedade é indispensável para o sucesso do “Acessa, Rondônia!”. Todos podem colaborar para que as pessoas com deficiência e as pessoas reabilitadas saibam dessa ação e se cadastrem.  

Para isso, a iniciativa conta com a mobilização dos chamados “atores sociais”, que são: jornais, rádios e canais de comunicação locais, órgãos públicos (esferas federal, estadual e municipal), Conselhos e entidades de representação, escolas, igrejas, sindicatos, universidades e outras, que interajam direta ou indiretamente com pessoas com deficiência e/ou reabilitadas.  

A importância deles é tão essencial que toda a estratégia de comunicação do projeto conta com a contribuição direta dos atores sociais das duas cidades. Para conhecê-los, nos dias 5 e 6 de novembro, o MPT e o Amankay realizaram encontros presenciais com eles, em suas respectivas cidades, para apresentar o projeto e convidá-los a participar, divulgando a iniciativa para suas redes de contatos.

 

SERVIÇO

Acessa, Rondônia - Acessibilidade e Inclusão para o Trabalho
Cadastramento em Candeias do Jamari  

Data: 3 de dezembro

Local: Câmara Municipal de Candeias do Jamari

Horário: 8h às 17h

 

Cadastramento em Porto Velho

Data: 4 de dezembro

Local: Escola Pingo de Gente

Endereço: Rua Orion, 0102 - Bairro Ulisses Guimarães (na rua principal do bairro Ulisses Guimarães, próxima ao ponto final de ônibus)

Horário: 8h às 17h

 

Data: 5 de dezembro

Locais: Porto Cai N’Água e Ministério Público do Trabalho (MPT)

Horário: 8h às 17h

 

Data: 6 de dezembro

Local: Porto Velho Shopping (local embaixo da escada rolante, próximo à praça de eventos Calama)

Horário: 10h às 22h

 

Pré-cadastro online: http://bit.ly/precadastroacessarondonia

Assessoria de imprensa: Elza Maria Albuquerque (Equipe de Comunicação do Instituto Amankay)

 

Telefone e WhatsApp: (11) 98916-6295
E-mail: comunicacao@amankay.org.br


 

Imprimir

  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • meio ambiente
  • trabalho escravo
  • trabalho portuario
  • liberdade sindical
  • promocao igualdade
  • trabalho infantil