• Miniatura
  • denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Ministério Público do Trabalho Realizara Audiência Pública do Projeto Acessa Rondônia

Ministério Público do Trabalho Realizara Audiência Pública do Projeto Acessa Rondônia

Será realizada uma audiência pública para apresentar detalhadamente o trabalho realizado pelo Amankay

Como parte de suas atribuições legais, o Ministério Público do Trabalho/14.a Região investiu no cadastramento de pessoas com deficiência e reabilitados pelo INSS que estejam interessados em trabalhar, atuando junto a empresas que se enquadrem na Lei 8.213/1991.

Para tanto, realizou o Projeto “Acessibilidade e Inclusão”, executado pelo Amankay Instituto de Estudos e Pesquisas, organização da sociedade civil sem fins lucrativos e especializada na inclusão de pessoas com deficiência, nas áreas do Trabalho e da Educação. O objetivo do Projeto é contribuir para o cumprimento da Lei de Cotas.

O cadastramento foi realizado em Porto Velho e Candeias do Jamari, de 3 a 6 de dezembro de 2019, nos seguintes locais: Na sede do Ministério Público do Trabalho em Porto Velho, na Câmara Municipal de Candeias do Jamari, na EMEIEF Pingo de Gente, no Porto Cai n´Água e no Shopping Porto Velho.

A metodologia utilizada pelo Amankay será apresentada na Audiência Pública, que acontecerá no dia 13 de fevereiro de 2020, às 9h00, no Auditório da sede do MTP em Porto Velho.

A metodologia desenvolvida pelo Amankay foi aplicada por sua equipe, em sintonia com a equipe técnica do Procurador do Trabalho Dr. Carlos Alberto Lopes de Oliveira, com atores sociais dos dois Municípios contemplados e com o importante apoio dos meios locais de comunicação e redes sociais.

Na Audiência Pública, o trabalho será apresentado detalhadamente.

É possível destacar alguns números:

  • 245 pessoas cadastradas, com deficiência ou reabilitadas pelo INSS;
  • 243 declararam ter intenção de trabalhar;
  • 163 – sexo masculino; 82 – sexo feminino;
  • Foram cadastradas 23 pessoas, de 15 a 20 anos de idade, que podem trabalhar como Aprendizes;
  • 83 pessoas têm Ensino Médio completo;

O resultado completo do cadastramento, com todas as fases, desde o início do trabalho, será entregue na Audiência Pública, que será realizada dia 13 de fevereiro.

Imprimir

  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • meio ambiente
  • trabalho escravo
  • trabalho portuario
  • liberdade sindical
  • promocao igualdade
  • trabalho infantil